Visitar capitais europeias que já foram centros de grandes impérios é indiscutivelmente uma experiência fabulosa, mas ir a lugares inusitados, onde ninguém que você conhece sequer sabe da existência, é praticamente o gozo do viajante, mesmo que esse lugar seja o Inferno.

Foi justamente para lá, Peklo (inferno, em tcheco), que zoropeamos dessa vez. E, sabe o que? Gostamos muito!

Os diabos invadem até mesmo o restaurante do volarejo, sem medo de espantar os cliente / Foto: Zoropeando

Os diabos invadem até mesmo o restaurante do vilarejo, sem medo de espantar os cliente / Foto: Zoropeando

A duas horas de Praga, Peklo está em uma reserva florestal localizada a leste da região da Bohemia, na República Tcheca (bem pertinho da Polônia), em um vilarejo chamado Nové Město nad Metují, que quer dizer alguma coisa como Vila Nova de Metují (só por curiosidade, na lígua tcheca, a letra “j” tem som de “i”). O lugar ganha esse nome um tanto provocador por dois motivos. O primeiro se deve a questões lógicas: o inferno fica literalmente em terras profundas, em um vale cercado por verde (é realmente muito bonito). E o segundo vem da crença popular. Reza a lenda que dois moinhos faziam parte da paisagem local. E como todo tcheco que se preze sabe, moinhos são a casa dos demônios – e o visitante os encontra por todos os lados.

Os diabos de Peklo dão boas vindas aos visitantes.

Os diabos de Peklo dão boas vindas aos visitantes / Foto: Zoropeando

Mas não se assuste com o tinhoso e sua gangue: não é porque é diabo que é ruim. Pelo menos não os que moram na floresta de Peklo ou dentro do restaurante local, onde você pode tomar um drinque e dizer para todos os seus amigos que… Bem, você sabe o que! Esses pequenos demônios, esculpidos em madeira e pedra ou feitos de pano, têm, na verdade, uma aparência bastante divertida e simpática, dando um charme extra ao vilarejo. Não assustam nem mesmo as criancinhas inocentes que aparecem por lá. Aliás, os pequenos se divertem muito com eles.

As trilhas de Peklo, acompanhadas por um córrego de águas cristalinas, também proporcionam uma caminhada agradável ao visitante. Praticantes de mountain bike certamente vão curtir o inferno e vão descobrir que  lá é um verdadeiro paraíso para pedalar, com trilhas de terra, montanhas e ribanceiras.

Como chegar

Um córrego de águas cristalinas segue ao longo de uma trilha na floresta de Peklo

Um córrego de águas cristalinas segue ao longo de uma trilha na floresta de Peklo / Foto: Zoropeando

Ir para o inferno não é tão fácil como dizem por aí, mas também não chega a ser um sacrifício penoso como deve ser chegar ao paraíso. A questão aqui é a mobilidade: seria muito bom ter um veículo motorizado a seu dispor para descer às profundezas do inferno.

Saindo de Praga, você tem duas opções de caminho: um pela rodovia E65 e outro pela E67, cujo trajeto é mais curto e bem mais fácil. Como tudo em tcheco soa muito complicado, é de bom grado levar um GPS com você. Serve o Google Maps e o Waze do seu smartphone. Ambos costumam funcionar bem por lá.

De qualquer forma, confira abaixo o mapa do inferno que preparamos com amor celestial especialmente para você.

Boa viagem e que Deus o acompanhe!

Like this Article? Subscribe to Our Feed!

(Visited 343 times, 1 visits today)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.